fbpx

(11) 4191-6860 (11) 4195-5436 (11) 94337-3535 (Venda de peças) (11) 99922-6705 (Orçamentos/Projetos) (11) 96373-8353 (Manutenções)

Desperdício de água no jardim: como evitar durante a irrigação?

Manter um jardim traz diversos benefícios para os moradores de uma residência ou apartamento, principalmente pela melhora na qualidade de ar respirável, isso sem falar no bem-estar que um espaço verde transmite.

No entanto, dependendo do tipo de plantas que você cultiva ou da forma como são realizadas as regas, o consumo de água pode ser muito alto.

Levando em consideração que o lema de hoje é o “uso racional da água” devido à situação ambiental e a crise hídrica, no post de hoje, vamos trazer aqui algumas dicas práticas de como cuidar do seu jardim de forma sustentável, evitando o desperdício de água.

Boa leitura!

Escolha plantas nativas

Se o clima onde você vive é seco, o ideal é optar pelas plantas nativas, pois elas são mais resistentes à seca e o seu cuidado com a manutenção será mais fácil, principalmente em relação às regas.

Portanto, as plantas nativas são excelentes opções para ajudar a reduzir o consumo de água e evitar o desperdício. As espécies resistentes à seca mais conhecidas são as plantas xerófitas, como é o caso dos cactos e do alecrim, que transpiram menos e aproveitam a água da chuva.

Organize suas plantas

Ao elaborar um projeto de jardim, é muito importante agrupar as plantas de acordo com suas características. Por exemplo, organize todas as plantas que necessitam de mais água juntas em áreas mais baixas para uma rega mais eficiente e fácil. Já as plantas mais resistentes podem ser agrupadas em lugares mais secos, como zonas mais arejadas ou declives.

Ao realizar essas mudanças, você consegue diminuir os espaços entre as plantas e, consequentemente, a área exposta, reduzindo também a necessidade de água.

Outra dica para controlar melhor o consumo de água é usar as folhas para cobrir os jardins e manter a umidade do solo. Para isso, espalhe pedaços de madeira, palha e folhas no seu jardim e em volta das árvores e arbustos para ajudar o solo a reter água.

Explore novas formas de irrigação

Antes de tudo, vale a pena ressaltar que é muito importante fazer a captação da água da chuva de forma correta para auxiliar na irrigação das plantas. Para verificar se o solo precisa ser irrigado, basta testar com uma pequena pá, se os dez primeiros centímetros do solo estiverem úmidos, ainda não é necessário regar.

Outra forma de economizar mais água é realizar as regas de noite. Assim, você evita maiores perdas por evaporação e dá mais tempo para as plantas absorverem a água. Além disso, essa mudança na hora da rega força o crescimento das raízes, e as plantas ficam cada vez mais independentes. 

Hoje em dia, existem inúmeros equipamentos modernos que garantem uma maior eficiência na aplicação de água no solo, como é o caso dos sistemas de irrigação automatizados do tipo gotejadores, por exemplo. Além de os mesmos serem enterrados, o sistema conta com aplicativos que permitem programar a rega.

Portanto, os sistemas de irrigação automáticos são soluções inteligentes que garantem total eficiência para a irrigação do seu jardim. Seus sensores de chuva e de umidade do solo suspendem a irrigação quando ela não é necessária.

Conte com a Irrigamatic para projetos de sistemas de irrigação elaborados especialmente para seu jardim!

Aposte em elementos decorativos

Se você tem um espaço verde maior, além de plantar arbustos, quebra-ventos e árvores que sombreiam mais os jardins, vale a pena investir em elementos decorativos que ajudem nessa função e deixam o local com mais estilo.

Você pode optar por estátuas, esculturas, fontes e chafarizes, que além de tornar o ambiente mais relaxante e bonito, são excelentes para captar e reaproveitar a água. 

Quer se inspirar em elementos decorativos para seu jardim? Confira nosso artigo sobre os tipos de jardins mais utilizados em projetos paisagísticos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *